Home » Saúde » Gravidez

A ansiedade na gravidez

A ansiedade na gravidez pode afetar a vida da futura mamãe, mas também a do bebê com os problemas adquiridos pelo nervosismo.

Ansiedade na gravidez

A gravidez é um período muito delicado, cada mulher reage de um jeito às transformações que acontecem no organismo, no humor e também no pensamento. A ansiedade durante o período gestacional é comum, muitas mulheres podem até ter ataques de pânico e isso pode prejudicar o bebê. Neste texto você vai ver algumas informações sobre a ansiedade na gravidez, quais são os sintomas e o que a futura mamãe pode fazer para melhorar tudo isso. Fique de olho nos tópicos abaixo.

A ansiedade na gravidez é normal?

Sim, a ansiedade na gravidez é normal, então futura mamãe, durante os 9 meses prepare-se para a gangorra emocional pela qual você vai passar, afinal serão altos e baixos, várias mudanças de humor, alterações hormonais, especialistas acreditam que o progesterona e o estrogênio, que são hormônios femininos são os responsáveis por estas mudanças.

Mas tudo isso é natural, imagina receber a notícia de que você vai ter um bebê? Saber que tem um ser que vai crescer dentro de você? Você já imagina o parto do bebê, a rotina de casa que vai mudar totalmente, as noites mal dormidas, o enxoval, nossa! Impossível não ficar ansiosa. Este sentimento de ansiedade fica mais intenso na fase final da gravidez, na qual é chegada a hora do vamos ver, qualquer sensação diferente parece ser o momento de trabalho de parto, mas só foi um alarme falso.

Sintomas de ansiedade na gravidez

Se a mamãe não está entusiasmada com a gravidez, mantém serenidade, e falta de interesse no desenvolvimento do feto, pode ter certeza de que algo está errado e este pode ser um sintoma da ansiedade na gravidez. Outros sintomas são, medo intenso, batimentos cardíacos acelerados, tremores, agitação, sensação de irrealidade, falta de ar ou sufocamento, tonturas, vertigens.

Sintomas de ansiedade na gravidez

Ataques de síndrome do pânico também são comuns, afinal é uma mudança de vida para muitas mulheres, os sintomas deste tipo de ansiedade são parecidos com os da ansiedade comum, mas apresentam também dores no tórax, náuseas, fraquezas, dormência nos dedos e membros, medo irracional, sentimento de morte, transpiração excessiva, entre outros sintomas. Um dos fatores que podem provocar o sintomas de ansiedade é mudança de hormônios, e a ansiedade pode causar estresse na criança o que não é bom, pois deixa o desenvolvimento mais lento e o torna propenso a doenças como o diabetes e doenças cardíacas.

Ansiedade na gravidez: o que fazer?

Se você está grávida e descobriu que tem tendências a ter ataques de pânico, procure um médico de imediato, somente ele pode prescrever um tratamento adequado para o seu caso, sempre visando o bem estar do bebê, as formas mais comuns de tratar a ansiedade é através de terapias e medicamentos.

O médico pode também submetê-la a terapia comportamental cognitiva, que transforma seus pensamentos em relação ao medo. Se você não puder pagar por tratamento particular, existem algumas técnicas que pode-se fazer sozinha, que vão fazer você relaxar e tirar todo esse medo da mente. Quando menos perceber você não terá mais ataques de pânico.

Veja algumas dicas para controlar a ansiedade na gravidez neste vídeo do Youtube:

Publicado por Juliane
Revisado em 28/09/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar