Timidez excessiva na infância

Ser tímido pode ser natural, porém em alguns casos acaba afetando no crescimento e desenvolvimento infantil. Veja como agir:

Menina tímida

A timidez excessiva na infância é algo delicado, a maioria das pessoas espera das crianças reações e atitudes de ânimo, sempre elétrica querendo brincar. Mas nem todas as crianças são assim, a timidez não é somente coisa de adulto, crianças também podem sofrer com isto.

Veja neste texto algumas informações sobre a causa da timidez, os sintomas e também como tratar e tentar melhorar este quadro.

Mais sobre timidez excessiva na infância

Causas da timidez excessiva na infância

Menino tímido atrás da mesa

Quando o papo é sobre crianças, todos esperam argumentos alegres de crianças animadas, felizes e bem levadas. Mas desta vez vamos relatar outro lado da infância, a timidez excessiva pode prejudicar o desenvolvimento de uma criança e suas relações interpessoais e suas relações com a sociedade, mesmo que esta sociedade seja outros pequenos da mesma idade. Existem algumas causas que levam crianças a se tornarem tímidas e uma delas são os pais, não que estes sejam culpados pela timidez do filho, mas o modo como se portam ou educam a criança, pode trazer consequências como esta.

Os pais são a principal figura de referência para suas crianças, eles são o modelo de comunicação e relação com a sociedade de modo geral e se eles são tímidos, podem ter filhos tímidos, do mesmo modo que são expansivos, os filhos podem a ter a mesma personalidade. Outra causa da timidez excessiva, são pais que prendem os filhos, superprotegem as crianças de brincarem com coisas que podem machucá-las, não permitem que brinquem com outras crianças, entre outras atitudes.

Outras razões que deixam a criança tímida ou isolada é testemunhar acidentes, assassinatos e cenas impróprias que ficam gravadas em sua memória.

Sintomas da timidez excessiva na infância

Criança escondida atrás da almofada

Alguns sintomas ou sinais que alertam a timidez na infância é o rubor na face, algumas crianças tímidas “fecham a cara” para as pessoas a fim de afastá-las ou mantê-las à distância. Outro sintoma é o de fuga, a criança tímida tenta fugir de conversas e de qualquer situação que o assusta, a saída é sempre correr para o quarto ou para outro lugar no qual se sinta seguro, só para fugir.

Mais um sintoma é a criança acabar construindo uma imagem negativa de si mesma, sair por aí dizendo que é um desastre, que faz tudo errado, que ninguém gosta dela, enfim. Se você tem crianças em casa passe a observar seu comportamento.

Como tratar a timidez excessiva na infância

Criança agarrada na perna dos pais

Existe a forma de tratamento com o psicólogo infantil, são feitos encontros e terapias usando técnicas para que a criança passe a se soltar mais até deixar boa parte da timidez de lado. Os pais também podem ajudar, levando o filho em lugares com outras crianças para que possa se relacionar, como uma festa de aniversário, por exemplo, lá terá outras crianças com as quais o filho poderá brincar e interagir.

Se a criança não quiser ir à festa, tente convencê-la dizendo que vão lá só para entregar o presente, diga que vá para ficar apenas meia hora, com o tempo a criança vai se soltando e conseguindo se relacionar.

Nesse vídeo do Youtube, você confere a psicóloga Daniella dando dicas de como agir com uma criança tímida:

Saiba mais sobre timidez e crianças:

17/02/14 por Juliane

   

Mais informações por email

Comentar